Blogue Iniciado em 31 Julho de 2008

Trova Nossa

Este Blog pretende ser um espaço de informação sobre várias matérias relacionadas com a Música e o Som de uma forma geral, mas irá ter uma preocupação muito especial com a nossa música tradicional, por um lado, e, por outro, com as Músicas do Mundo.
Estará, como é óbvio, à disposição de todos os que queiram colaborar nesta tarefa de divulgar a a nossa música e enriquecer, com o seu contributo, este espaço que se pretende de partilha.

Publicidade

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Ainda as actuações em Loriga...


Como já vem sendo hábito a Profª Maria do Espírito Santo, elemento do ComCordas, brinda-nos com excelentes textos, a propósito de alguns momentos marcantes da vida do grupo.
Foi assim, também, com esta viagem a Loriga. Aqui partilho, mais um texto seu que relata esta dupla actuação dos dois grupos que dirijo: O RiBombar e o ComCordas.


"Foi em jornada de convívio e companheirismo, que dois grupos musicais da nossa cidade, viveram o fim de semana de 11 e 12 de Junho.
Por um lado o RiBombar, Grupo de Gaitas e Percussões do Agrupamento de Escolas Padre Vitor Melícias, com "miúdos"de idades entre os 12  e os 15 anos e uma "larga" experiência em andanças como esta; por outro o "ComCordas", Grupo de Cavaquinhos de Torres Vedras, que festejou recentemente o seu primeiro aniversário e é formado por seniores.
Que os aproximou então? Certamente a música, na sua linguagem de sons, certamente a pessoa que os dirige, o professor Pinto Gonçalves, na sua linguagem de afectos e, certamente, porque uns são avós que têm netos e outros, netos que têm avós.
Foi em Loriga uma bonita e acolhedora vila, aninhada num antigo vale glaciário da Serra da Estrela que, em noite de Festa de Santo António, os jovens e os menos jovens torrienses partilharam o entusiasmo, alegria, saberes. Cavaquinhos, bombos e gaitas de foles, alternaram, ou melhor, dialogaram em trovas de musica tradicional, rumbas e pasodobles, que ecoaram pelas milenares encostas da serra que tão bem os recebeu.
A "miudagem" juntou-se ao vasto auditório e, em mensagem de força, não poupou aplausos aos seniores; estes retribuiram, balançando ao ritmo de tempos e compassos, bem marcados pela gente nova.
A assistência aplaudiu, cantou e envolveu-se na actuação, como se dela fizesse parte. Os dois grupos, que o tempo separou por mais de meio século, tiveram, nesta noite serrana, a arte de agarrar com força, aquilo que os une: a música, o sonho, o querer... e, claro, a cidade do Oeste bem pertinho do mar.
A deslocação, em autocarro cedido pela Câmara Municipal, foi aproveitada para ficarmos a conhecer melhor as alturas, os cantos e recantos da serra da neve, do leite e da lã, antes de rumarmos à tal cidade do Oeste bem pertinho do mar. E aqui não vou esquecer os braços dos mais novos, levantados em adeus de despedida aos seus companheiros destes dois dias de tantas memórias.
Obrigada "miúdos" e parabéns pelo vosso profissionalismo."

Maria do Espírito Santo Miranda - Elemento do Grupo de Cavaquinhos, ComCordas

1 comentário:

anilda disse...

Parabéns a todos os participantes e um grande xi -coração com carinho para a Espirito Santo que sempre admirei e muito estimo.

Espero poder estar presente na próxima actuação.

Bem haja professor Pinto Gonçalves por dinamizar séniores e jovens de uma forma tão bonita

Para si desejo que o Universo o encha de bençãos.

anilda

Ocorreu um erro neste dispositivo