Blogue Iniciado em 31 Julho de 2008

Trova Nossa

Este Blog pretende ser um espaço de informação sobre várias matérias relacionadas com a Música e o Som de uma forma geral, mas irá ter uma preocupação muito especial com a nossa música tradicional, por um lado, e, por outro, com as Músicas do Mundo.
Estará, como é óbvio, à disposição de todos os que queiram colaborar nesta tarefa de divulgar a a nossa música e enriquecer, com o seu contributo, este espaço que se pretende de partilha.

Publicidade

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 28 de junho de 2010

"RiBombar" Anima Festas da Assenta

Domingo, dia 27... Depois de um dia em cheio no Sábado, 26 de Junho, mais um compromisso nos esperava.
Assim pelas 14:30h, lá estávamos nós a iniciar a primeira das "arruadas" do dia, nas Festas da Assenta, localidade da Freguesia de S. Pedro da Cadeira, Torres Vedras.
O percurso começava mesmo à entrada da localidade e seguia até ao recinto das festas.
Em seguida, "para manter a tradição", mais uma arruada, mas desta vez, pelas ruas de Cambelas, uma localidade vizinha. Aqui, "para manter a tradição" - não se cansava de dizê-lo um dos nossos guias, tinhamos que tocar em frente aos dois cafés da localidade e depois entrar para beber ou petiscar.
Os jovens não se fizeram rogados e lá foram bebendo os sumos... as coca-colas... as águas... e... no segundo, como no primeiro tinham bebido, aproveitaram para pedir bolos....
Dava gosto vê-los devorar as iguarias que tinham escolhido.
Mas a volta tinha que continuar e, chegados de novo à Assenta encerrámos com uma exibição no recinto da festa, em frente ao palco.
Finalmente chegou o lanche para retemperar as energias gastas...
Aqui ficam as fotos de alguns dos momentos desta nossa participação nas Festas da Assenta 2010.


domingo, 27 de junho de 2010

26 de Junho - Sábado Recheado de Eventos na 22ª Semana Serrana...


"RiBombar" e "ComCordas" em destaque neste dia...

O dia começou no Mercado de Sacavém com uma "arruada" do RiBombar, pelas 11:30h.
Após uma breve pausa na sede da ANALOR, prosseguiu pelas ruas da cidade, até à Quinta de S. José. As ruas e as janelas apinharam-se de gente que respondeu ao apelo ruidoso dos Bombos e das Gaitas.
Seguiu-se uma almoço animado, onde não faltaram as "calhorras" à moda de Loriga e o inevitável "arroz doce com creme", sobremesa que continua a merecer a minha preferência entre todas as outras.
Às 17:00h, já com o recinto da Quinta a apresentar razoável assistência, o RiBombar proporcionou cerca de uma hora de espectáculo, onde o ritmo foi rei e animou quantos assistiram a esta "performance".
Após mais uma pausa, nova "arruada" por um outro sector da cidade, anunciando os eventos que estavam programados para a noite.
É importante salientar aqui, a colaboração da Junta de Freguesia de S. Pedro e Santiago e da ASAS de Ponte do Rol que nos cederam as carrinhas para transportar o grupo.

Momento de descanso dos elementos do RiBombar, durante uma das "arruadas", junto à Capela da Sra. da Saúde

Após o jantar, foi a vez do "ComCordas" - Grupo de Cavaquinhos de Torres Vedras, entrar em palco e durante uma hora animar o público que cada vez em maior número acorria ao recinto da festa.



Momentos da actuação do "ComCordas"
Fotos de António Matias Ribeiro

O público foi participando mais calorosamente quando o grupo interpretava temas da região serrana recolhidos pelo saudoso Mestre António Ascensão.
Nesta altura, já a Marcha de Loriga se dirigia para a Quinta de S. José, tendo iniciado o percurso na sede da ANALOR - Associação dos Naturais e Amigos de Loriga.
Foi a surpresa da noite!...


Momento da apresentação do livro com a presença da autora
Foto de António Matias Ribeiro



Mas pelo meio, havia, ainda um outro acontecimento, o
lançamento do livro: Os Contos da Casa, de Maria Cristina Becho, filha de loriguenses e neta do saudoso António Calçada, o grande animador das terúlias loriguenses de outros tempos e com quem aprendi a tocar guitarra aos 12 anos.


Pela primeira vez a Marcha de Loriga, desfilava em Sacavém, para gáudio de todos os loriguenses e amigos de Loriga. Como motivo suplementar de interesse, o tema da Marcha deste ano - Os Lanifícios - que durante quase dois Séculos fizeram história nesta Vila Serrana.

Por fim, para encerrar a noite com chave de ouro, o Concerto da Banda de Loriga, momento sempre marcante ao longo das edições da Semana Serrana. A Quinta, como é habitual, encheu-se de gente que veio ver e ouvir a maior embaixatriz de Loriga - a sua Banda Filarmónica.
E assim terminou este dia intenso de animação, saudade e alegria e de convívio entre os loriguenses e amigos de Loriga.
Agora venha a 23ª edição. Até para o ano...
Aqui fica o registo de alguns momentos da apresentação da Marcha de Loriga.
As fotos foram registadas por telemóvel, pelo que a qualidade não será a melhor. Não quisemos, no entanto, deixar de partilhar convosco estes momentos.



Brevemente publicaremos fotos de outros momentos deste dia intenso...

quarta-feira, 23 de junho de 2010

O "ComCordas" continua a evoluir...

Quero agradecer à Professora Maria do Espírito Santo, a interessante colaboração que vem mantendo com o "Trova Nossa", enriquecendo-o com a partilha dos seus pensamentos e anseios, relativamente ao projecto que nos é comum - o Grupo "ComCordas".

Desta feita vem dar-nos um pouco da sua perspectiva sobre o dia-a-dia do grupo e da sua evolução.

Obrigado!


Parece que não há nenhum elemento do “ComCordas” com “veia jornalística”, coragem e tempo disponível para dar notícias do nosso grupo de Cavaquinhos. Eu também não tenho essas competências mas disponho de algum tempo e por isso aqui estou. E porquê? Porque no círculo das nossas amizades há gente interessada em consultar este blog e saber de nós e também porque quem não aparece esquece e nós não queremos ser esquecidos.

Pois bem, o “ComCordas” vai fazendo os seus ensaios com a regularidade do costume. Temos agora outras notas e outras músicas e preparamos uma nova actuação para o dia 26 deste mês, integrada na Feira da Semana Serrana em Sacavém.

Foi alargado o repertório mas, exceptuando um “intruso” chamado rock que entrou na minha vida quotidiana há mais de um mês e ainda não me conseguiu prender nem conquistar, o fio condutor continua a ser a nossa música tradicional. É esta música viva, alegre, cheia de ritmo que me faz voltar à infância, que faz o apelo da terra e da voz maternal e me leva num grito de nostalgia e de saudade que dói até um passado que não vai voltar.

É nesta música anónima, poucas vezes escrita mas muitas vezes cantada e dançada que me envolve e me prende. Passada de geração em geração, ela canta e exalta o trabalho, a vida, o amor, os costumes, as crenças, as festividades e representa para além da tradição e da cultura, a memória colectiva de um povo.

É certo que eu também gosto de música clássica e não a vejo como contrária à popular.

Quando há dias o nosso professor, numa abordagem breve, nos disse que a música erudita tem assimilado a música popular eu concordei e lembrei-me de Chopin e das suas danças polacas, as mazurcas, da música cigana da Hungria que se evidencia em obras de Liszt e de Brahms, do fascínio de Mahler pela música popular que ele associava às pequenas orquestras ambulantes que passavam pelas feiras e festas da sua aldeia da Boémia …

Convém acabar por aqui, ainda corro o risco de me perguntarem: “Quem te manda a ti, sapateiro tocar o rabecão?”

Força, “Concordantes”, para dia 26! Força, também professor!

Maria do Espírito Santo Miranda

quarta-feira, 16 de junho de 2010

22ª Semana Serrana em Sacavém - Organização da ANALOR


É já no próximo Fim de Semana que tem início, na Quinta de S. José, em Sacavém, a 22ª Semana Serrana - Organização da ANALOR, Associação dos Naturais e Amigos de Loriga.


Para consultar o programa clique na imagem

domingo, 13 de junho de 2010

Excelente Colheita!... Marcha de Ponte do Rol Evoca as Vindimas...


A Marcha de Ponte do Rol apresentou-se ontem perante o numeroso público que acorreu à Festa das Tasquinhas.
A noite começou com a apresentação da Marcha da Matoeira, localidade da Freguesia de Regueira de Pontes - Leiria, uma das que faz parte do Movimento Pontes de União, organização que reúne as 13 Freguesias com "Ponte" na sua designação.


Desfilou em seguida a Marcha da Freguesia de Santo Isidoro (Ericeira).


Finalmente, entrou no recinto a Marcha de Ponte do Rol.


Exuberante no colorido dos seus trajes... Deslumbrante na coreografia... Original e Criativa na forma como abordou o tema... Engenhosa nos arcos e adereços...
As equipas... os do costume... mais uma vez mostraram que o trabalho cooperativo e solidário pode dar excelentes resultados.
A letra e a música esteviram a cargo dos criativos e inspirados "manos" Carimbos, a Maria de Jesus e o Luis Pedro, respectivamente.
A coreografia, mais uma excelente "performance" da Andreia Caldas.
Os arcos e adereços, foram, mais uma vez, executados pela laboriosa equipa: Luis Santos, Rui Leal, Carlos Carvalho, António Manuel Abreu, António Alberto Calheiros, Carlos Carvalho e Rafael Mira.
O guarda-roupa foi da responsabilidade da equipa: Teresa Abreu, Rosário Santos, Rosário Calheiros, Carlota, Alice, Rosário, Bia, Joana, Amélia e Maria de Jesus.
O Cavalinho contou com alguns dos filarmónicos da Banda da Juventude Musical Ponterrolense e as vozes da Vitaliana Roque, Rosário Santos, Márcia Garcia e Amélia Carimbo.
No final do desfile, foram homenageados alguns Ponterrolenses que se distinguiram ao serviço da Comunidade ou contribuiram para o engrandecimento da freguesia: Luis Santos, João Ferreira, Joaquim Vital Rosa, José Caldas, Luis Pedro Carimbo e Miguel Vitor.
O Vice-Presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, presente em representação do Executivo Municipal, enfatizou a "cagança" dos Ponterrolenses, orgulhosos do resultado dos seu trabalho, elogiando o belíssimo espectáculo a que tinha acabado de assistir.
A animação do final da noite esteve a cargo da "Bandinha dos Cavalos" que, sem a habitual Galera e cavalos, actuou, primeiro no palco principal e em seguida no palco do jardim, onde foi acompanhada, noite dentro, por numeroso público caloroso e animado.
As fotos e os vídeos foram captados por telemóvel, pelo que a qualidade não será a ideal, no entanto, não quisemos deixar de partilhar as imagens, pelo significado que, só por si, elas encerram.
Pode através destes videos reviver a apresentação da Marcha...


Vídeo 01 - Primeira parte



Vídeo 02 - Segunda parte


Video elaborado com uma selecção de fotos

Desconstruindo Mozart...

Encontramos hoje, inúmeros exemplos de que é possível abordar a musica erudita, habitualmente apelidada de "Clássica", de uma forma leve e divertida.
A prova cabal está nesta abordagem interessantíssima do "Rondó alla Turca", também conhecido por "Marcha Turca", de Mozart.
A dupla Igudesman & Joo, um Violinista e um Pianista, dedica-se precisamente a, de uma forma divertida e espectacular desconstruir e brincar com muitos dos temas que nos habituámos a ouvir em cenários e ocasiões demasiado formais que, muitas vezes, afastam o público destes géneros musicais.
Se a aboradgem inicial começar por estas propostas mais leves, não duvido que poderemos cativar os jovens para a audição e aprofundamento de repertórios mais sérios e abordagens mais profundas no âmbito da música erudita


quinta-feira, 10 de junho de 2010

"RiBombar" e "ComCordas" na XXII Semana Serrana da ANALOR


Realiza-se de 17 a 27 de Junho a XXIIª edição da Semana Serrana, na Quinta de S. José, em Sacavém.
Tal como habitualmente, de há 3 anos a esta parte, o Grupo de Percussões "RiBombar", animará as ruas de Sacavém, num dos dias do evento. Será no dia 26 por volta das 11h. No mesmo dia, mas no final da tarde, o mesmo grupo realizará uma actuação no palco da Quinta de S. José. A este espectáculo, que antecede a actuação da Banda de Loriga, junta-se o "ComCordas" - Grupo de Cavaquinhos de Torres Vedras.

Não faltarão motivos de interesse, neste que é o principal evento realizado pela ANALOR - Associação dos Naturais e Amigos de Loriga, que se realiza ininterruptamente há 22 anos.

Não deixem de visitar a Quinta de S. José, em Sacavém durante os dois fins de semana em que este evento decorre.



sábado, 5 de junho de 2010

Touvedo ( S. Lourenço) Ponte da Barca - A Tradição dos Romeiros da Srª da Saúde



Foi com alguma perplexidade que, há uns tempos atrás, me vi envolvido com esta tradição dos Romeiros.
Por aquilo que conhecia da tradição das "Romarias" e das promessas que cada uma envolve, não imaginava que pudesse haver uma como a que aqui vos relato.
Trata-se de uma tradição muito peculiar, uma vez que alguém faz uma promessa envolvendo terceiros e, como tal, tem de recrutá-los para cumpri-la. Tarefa que, nem sempre se revela fácil.
Touvedo (S. Lourenço) freguesia do concelho de Ponte da Barca, venera, no primeiro Domingo de Agosto a Srª da Saúde.
Alguém prometeu à Srª da Saúde que se lhe fosse concedida uma graça, relativamente à saúde de uma neta, lhe levaria até à capela um grupo de Romeiros.
A particularidade desta tradição é que os Romeiros aqui teriam que ser crianças de idades aproximadas à da neta da promitente.
Assim, na data aprazada, foram recrutadas algumas crianças que juntamente com a neta da referida e alguns adultos, iniciaram a "Romagem" até à capela da Srª da Saúde.
A caminhada era interrompida em determinados pontos, para se dar cumprimento ao ritual que passava por cantar algumas quadras de uma espécie de "ladainha" cantada e algumas orações.
Aqui deixamos o texto dessa "ladainha" bem como algumas quadras cantadas com a melodia utilizada neste ritual.


Veja o video e ouça um excerto do Cântico deste Ritual

Ocorreu um erro neste dispositivo