Blogue Iniciado em 31 Julho de 2008

Trova Nossa

Este Blog pretende ser um espaço de informação sobre várias matérias relacionadas com a Música e o Som de uma forma geral, mas irá ter uma preocupação muito especial com a nossa música tradicional, por um lado, e, por outro, com as Músicas do Mundo.
Estará, como é óbvio, à disposição de todos os que queiram colaborar nesta tarefa de divulgar a a nossa música e enriquecer, com o seu contributo, este espaço que se pretende de partilha.

Publicidade

Pesquisar neste blogue

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Crónicas de Férias.... Festival Folk Celta em Ponte da Barca


Depois de alguns dias em Loriga, na Serra da Estrela, no Domingo, dia 15 de Agosto, rumámos ao Alto Minho... Touvedo - S. Lourenço, Ponte da Barca.
Nessa noite estavam programadas as actuações dos portugueses "Lufa Lufa" e dos Galegos "Luar na Lubre", no encerramento de mais um festival Folk Celta.
Há muito que desejava ver um concerto do grupo galego, ao vivo. Sendo um fã incondicional do grupo, há muitos anos, não tinha tido, ainda, a oportunidade de assistir a um concerto.
A ansiedade era enorme e desde cedo me acomodei no recinto do "Choupal" onde decorreria o concerto.
A primeira surpresa agradável surgiu quando me comecei a envolver com a sonoridade muito agradável e interessante dos "Lufa Lufa".

A concertina ecoava nas margens do Rio Lima e a percussão enquadrava-se na perfeição naquele conjunto harmónico... até que.... surpreendentemente começaram a soar os copos, naquele seu timbre característico, numa sequência ritmada, marcada pela cadência da concertina.
Brilhante! Pensei. Quem se lembraria de juntar uma concertina e copos de vidro?
Mas que harmonia!!!

Chegou, finalmente, a hora do grupo esperado. Estavam em palco os "Luar na Lubre", com a sonoridade Celta bem característica, apoiada em instrumentos como a Gaita de Foles, o Buzuki, a Tin Wistle,o Bodhran, o Pandeiro e a bonita e inconfundível voz da portuguesa Sara Vidal.
O espectáculo não defraudou as minhas expectativas, antes as superou.
Aqui partilho algumas fotos e vídeos do Festival.



Também se partilha um vídeo com alguns dos momentos da actuação dos "Luar na Lubre". A qualidade do vídeo é baixa devido ao facto de as imagens serem captadas por telemóvel.



segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Crónicas de Férias... Entre Serranias e o Vale do Lima - Percurso Pedestre

Regressado de férias, é tempo de retomar a actividade "bloguista", tal como havia prometido.
Entretanto, sempre que a oportunidade surgiu, ainda fui publicando qualquer coisa durante o meu período de lazer.
Mas... de volta a casa, muitas foram as fotos que houve que organizar, já que a câmara fotográfica foi a minha companheira durante esse período.
E retomo a actividade com a sugestão de um Percurso Pedestre interessantíssimo que realizei durante a minha estadia por terras do Alto Minho. Mais concretamente em Touvedo - S. Lourenço, Ponte da Barca.
Ora, o Percurso que eu baptizei de "Entre Serranias e o Vale do Lima", inicia-se em Touvedo - S. Lourenço, junto à Igreja, ao Km 44 da Estrada Nacional nº 203, que Liga Ponte da Barca ao Lindoso e a Espanha. Percorrem-se cerca de 850m na EN, em direcção a Ponte da Barca e, sensivelmente, ao Km 43,150, começamos a subir por uma estrada que encontramos do lado esquerdo. Esta é a parte mais difícil do percurso, uma vez que se fazem perto de 5Km sempre a subir por uma estrada de terra batida até ao cimo do monte, onde encontramops a capela de Sto António de Cotinho.
A vista do alto do monte é deslumbrante sobre o Vale do Lima. Mas também o é do lado de Vila Nova de Muía, freguesia contígua. Avistam-se daqui o Gerês, a Peneda, a Serra Amarela, numa sequência ordenada de montes como se se tratasse de uma escadaria. O Lima corre sereno no fundo do Vale. A paz que se desfruta neste local, faz-nos recobrar energia para o que falta do percurso. A partir daqui a caminhada é muito mais fácil porque é quase plana ou com alguma inclinação descendente até chegarmos novamente a Touvedo, seguindo sempre por uma estrada de terra batida que nos leva ao Lugar da Torre, junto ao depósito das Águas do Minho e Lima.
Daqui continuamos sempre a descer até à Igreja, passando pelos vários lugares da Freguesia.
É um percurso que pode durar entre duas horas a duas horas e meia, dependendo do ritmo e da vontade dos caminhantes.
O percurso pode, também ser realizado em BTT, uma vez que se desenvolve sempre em estrada. Sugerimos, no entanto, que se inverta, neste caso, uma vez que a subida é muito íngreme e, esta parte feita em descida será um exercício muito mais radical.
Aconselhamos, vivamente, a quem visite estas paragens a realização deste bonito percurso. As fotos que se seguem, captadas ao longo do percurso, são a prova de que não existe exagero na adjectivação que usei na descrição do mesmo.

sábado, 21 de agosto de 2010

As "Férias" do "ComCordas"....


Mais um belo texto enviado pela Profª Maria do Espírito Santo...

Chegou ao fim o tempo lectivo do Grupo de Cavaquinhos. Não teve a convencionada duração do ano lectivo mas foi um tempo de transmissão de conhecimentos por parte do professor, de aprendizagem por parte dos alunos e, penso eu, também de recíproca empatia sempre tão necessária nesta relacção entre entre quem ensina e quem aprende.

Foram pouco mais de quatro meses mas, para mim e para os colegas que partimos de uma página em branco "quase" conseguimos escrever o primeiro capítulo de um livro. Claro que tem erros de ortografia, tem frases mal construídas e mal pontuadas, mas o que importa é que escrevemos.

Foi esta corrente de positivismo transmitida semana a semana, assim como uma dinâmica de crença, de determinação e de vontade de ser grupo, que nos uniu e animou durante este curto tempo lectivo.

As palavras de Fernando Pessoa "o valor das coisas não esta no tempo que elas duram mas na intensidade com que acontecem" talvez se possam aplicar nesta minha "avaliação de final de ano".

E agora?

Agora vamos para o merecido descanso do guerreiro, na certeza, relativa como são todas as certezas, de que voltaremos com um vigor redobrado.

E para o ano?

Se nestes quatro meses de aprendizagem conseguimos criar afectos ou reforçar outros, se encarámos algum insucesso como um desafio, se conseguimos ver algo de positivo em cada ponto negativo, se fomos, em cada semana, iguais a nos próprios, então ... estaremos prontos para começar a escrever o segundo capitulo.

Desejo-lhes professor e colegas, umas boas férias.

Setembro ja vem ai. Até la!

Maria do Espírito Santo

sábado, 14 de agosto de 2010

Crónicas de Férias... Lançamento da Rota da Broa de Loriga

Tal como estava anunciado, decorreu, durante a manhã de hoje o Lançamento da Rota da Broa de Loriga, iniciativa organizada pela Confraria da Broa e do Bolo Negro de Loriga.
Por volta das 8h juntou-se o grupo que iria realizar o percurso denominado "Rota da Eira". Tendo como guia o experiente Carlos Amaro, lá fomos ouvindo as suas pequenas palestras sobre as formações geológicas, a origem dos nomes de determinados locais, sobre a fauna, a flora... enfim... pormenores que enriqueceram o nosso conhecimento sobre Loriga e o seu território e património.
No final, já na Escola Dr. Reis Leitão, provou-se a magnífica Broa de Loriga, com as variantes recheada de chouriço e de bacalhau, iguarias que noutros tempos nos deliciavam, quando as nossas mães faziam as "bolas" com os restos da massa da Broa.
Seguiu-se a Cerimónia de Lançamento da Rota e da Abertura da Exosição Fotográfica, com o espólio doado à Confraria pelo Sr. José Cardoso de Pina.
A cerimónia contou com a presença dos Corpos Sociais da Confraria, para além dos Senhores Presidentes da Junta de Freguesia de Loriga e da Câmara Municipal de Seia.
Deixamos aqui um vídeo com as fotos que recolhemos durante o evento:

domingo, 8 de agosto de 2010

Crónicas de Férias... Rota da Broa de Loriga - Percursos Pedestres

No âmbito das actividades da Confraria da Broa e do Bolo Negro de Loriga, um grupo de trabalho elaborou alguns Percursos Pedestres a que no conjunto se deu o nome de Rota da Broa de Loriga.
Estes percursos podem ser conhecidos mais ao pormenor no sítio da Confraria, em: http://www.confrariadeloriga.org/


Entretanto, para apresentar publicamente esta Rota da Broa de Loriga, vai realizar-se em Loriga, no próximo dia 14 de Agosto um evento, cujo programa apresentamos:

Aproveitando o facto de nos encontrarmos em Loriga, aventurámo-nos hoje, manhã cedo, a realizar um dos percursos propostos nesta Rota: a "Rota da Eira".
Embora o grau de dificuldade indicado seja fácil, transpirámos bastante, mas, por outro lado, deslumbrámo-nos com as magnificas paisagens que registámos na reportagem fotográfica realizada.
Aqui deixamos o vídeo que realizámos com as fotos que seleccionámos:


Ocorreu um erro neste dispositivo