Blogue Iniciado em 31 Julho de 2008

Trova Nossa

Este Blog pretende ser um espaço de informação sobre várias matérias relacionadas com a Música e o Som de uma forma geral, mas irá ter uma preocupação muito especial com a nossa música tradicional, por um lado, e, por outro, com as Músicas do Mundo.
Estará, como é óbvio, à disposição de todos os que queiram colaborar nesta tarefa de divulgar a a nossa música e enriquecer, com o seu contributo, este espaço que se pretende de partilha.

Publicidade

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Tradições de Ponte do Rol... Conversa com o Sr. Francisco Leal

Há uns tempos, por ocasião do Círio de Ponte do Rol a Santa Cristina, no qual participámos com o Grupo Rufos & Roncos, agendámos uma conversa com o Sr Francisco Leal, septuagenário, que há muito tempo convive com esta Tradição dos Círios, mas também com outras Tradições de Ponte do Rol.



A conversa foi longa e interessante, uma vez que a história deste homem está intimamente ligada a esta freguesia. Homem empreendedor, sempre preservou e defendeu as tradições legadas pelos ancestrais, numa vida ligada à terra e ao sustento que dela era tirado, mas também às crenças religiosas mais arreigadas, nestas gentes rurais do Oeste, como são os Círios, em que se rumava aos santuários, ora do litoral, ora das montanhas, a pedir proteção para as colheitas e para os animais, dos quais dependiam para executar os trabalhos mais pesados.
Ficámos a saber que a construção das capelas de Santa Cristina, no ponto mais alto do Concelho de Mafra, na freguesia da Azueira-Livramento e a capela de S. Julião, no ponto mais baixo, na praia do mesmo nome, na freguesia da Carvoeira, tem origem numa lenda de pescadores.. A Capela de Santa Cristina que, possivelmente, foi edificada na segunda metade do Séc. XVII (1659?). Julga-se ter sido mandada construir pelos Condes de S. Miguel, que ali possuíam vastas propriedades.
Ambas as capelas têm em frente um Cruzeiro. O de S. Julião, situado junto à capela da Ermida de São Julião, construído em calcário é datado de 1788. Apresenta forma de cruz latina e braços de perfil quadrado, revestimento azulejar com pequeno painel figurativo e azulejos de figura avulsa.


A Capela de S. Julião, junto à praia homónima (entre a Foz do Rio de Cheleiros e a da Ribeira do Falcão). Inteiramente revestida de magníficos azulejos setecentistas, foi palco de um episódio patriótico: Mateus Álvares, denominado Rei da Ericeira, resistiu aí à ocupação filipina, fazendo-se passar por D. Sebastião.
Para aqui, convergem também alguns Círios, nomeadamente o de Ribeira de Pedrulhos, povoação vizinha de Ponte do Rol.

Em publicações anteriores, já aqui falámos destas tradições dos Círios:

Os Círios e a Gaita de Foles - Uma tradição do Oeste
Círio de Ponte do Rol a Santa Cristina

Partilhamos aqui alguns momentos da conversa que tivemos, onde se podem encontrar algumas explicações para certos rituais  tradicionais de Ponte do Rol.  


Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo